Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

7 estações de metro que nos convidam a parar e admirar

Mäyjo, 22.11.13

7 estações de metro que nos convidam a parar e admirar (com FOTOS)

 

Para quem utiliza os transportes públicos todo os dias, a visão de uma estação de metro ou central ferroviária pode parecer uma banalidade, mas há verdadeiras obras de arte ao serviço da mobilidade.

 

“Andar de metro pode ser uma verdadeira viagem pelos sentidos, pelo menos em algumas estações do mundo que são autênticas obras de arte”, explica o Menos Um Carro, que hoje publica um texto sobre sete estações de metro que nos convidam – e quase obrigam – a  parar por um segundo e admirar a inspiração do arquitecto e engenheiro.

 

Lisboa não está referenciada nesta lista, mas todos sabemos que a capital portuguesa tem algumas das mais belas estações do mundo – Olaias ou a recente estação do aeroporto, por exemplo.

 

Veja a selecção das sete estações magníficas e, abaixo, uma pequena amostra da beleza arquitectónica.

 

1.Estação de Kievskaya , Moscovo, Rússia

Candeeiros dourados, como aqueles dos palácios, no metro? É verdade. Moscovo volta a elevar o nível da opulência (apesar de debaixo da terra) com luxuosas luzes e candeeiros, pilares de mármore e mosaicos coloridos numa das suas estações. Construída em 1954, a estação de Kievskaya foi pensada para se parecer com um toucador. Não vá alguém ter saído de casa a correr sem tempo de se arranjar…

2.Estação de T-Centralen , Estocolmo, Suécia 

A enorme estação de T-Centralen, em Estocolmo, é famosa pelas suas paredes grosseiramente esculpidas e murais brilhantes as quais relembram pinturas rupestres. A ideia surgiu dos artistas Vera Nilsson e Siri Derkert na década de 50 e pretendia juntar a arte e os transportes públicos, algo inovador para altura, mesmo na Suécia. Vale a pena sair nesta paragem de metro e dar uma vista de olhos, nem que seja para depois voltar no próximo ao comboio.

 

3.Estação de Toledo , Nápoles, Itália 

A estação de Toledo, em Nápoles, foi recentemente remodelada pelo que vale a pena uma visita. As paredes e as restantes superfícies estão cobertas por uma galáxia de mosaicos de Bisazza azuis e brancos (aqueles muito pequeninos, como nas piscinas mas cheios de qualidade), que dão um efeito incrível. Será que estamos debaixo de água ou no espaço?

 

4.Tunel Bund Sightseeing Tunnel , Xangai, China 

É certo que não é propriamente uma estação, mas o Túnel de Bund Sightseeing, que vai de Puxi a Pudong, debaixo do rio Pu de Xangai, é de paragem obrigatória para os visitantes da cidade. O seu já famoso espetáculo de luzes de várias cores pode ser visto do eléctrico e fica na memória. Só não se esqueça de fotografar.

 

5.Estação Formosa Boulevard , Kaohsiung, Taiwan

A estação Formosa Boulevard de Kaohsiung, que foi construída para os Jogos Mundiais de Taiwan em 2009, tem a maior obra feita de vidro do mundo. A “Dome of light”, que coroa a parte superior da estação, trata-se de uma das instalações mais poderosas que poderemos alguma vez visitar, pelo menos até hoje. Criada por Narcissus Quagliata, a cúpula tem 30 metros de diâmetro e é composta por 4.500 painéis coloridos, vindos da Alemanha. Quem se atreve a contar?

 

6.Estações da Linha A, Praga , República Checa 

As estações ao longo da linha A do metro de Praga, são um conjunto divertido constituído por um design muito especial de cores e formas. As paredes e os tectos desta linha são compostas por blocos semelhantes a peças de lego, o qual se repete ao longo das várias estações. O melhor de tudo é que as cores mudam pelo que não vai querer perder esta viagem completa.

 

7.Estação de Champ-de-Mars Station , Montreal, Canadá 

A impressionante estação de Champ-de-Mars é a casa de uma das obras mais incríveis do artista quebequense Marcelle Ferron. Ali, vidro e cor vivem em harmonia, em janelas com padrões geométricos, as quais fazem parar por momentos, apenas para apreciar.

 

in: Green savers